“Ressoe no porvir que inumeráveis, Sem êxito nenhum, travamos guerra” (Ilíada, Livro II – Homero) As relações humanas, de todos os tipos, se revestem quase sempre de uma ampla camada de complexidade, que nem sempre se consegue qualificar de forma simples, pois, internamente, são construídas por subjetividades, por plexo e […]

“O coração lhe abrasa: vê no espelho Das águas exprimida bela imagem, E o mesmo vê-la foi, que logo amá-la, Julgando corpo ser, o que era Sombra. De si mesmo se espanta, e fica imóvel, Revendo-se em si próprio, qual estátua Em mármore de Paros esculpida”. (Metamorfoses – Ovídio) É […]

“Cada qual, diz benigno, tem seu dia; A vida é breve e irreparável tempo; Mas rasgos de virtude a fama exalçam”. (460-462, livro X, Eneida, Virgílio)  Meus dias têm mais de 24 horas e peço para que eles não sejam tão longos, que me torture menos, para que possamos viver […]

Hoje, finalmente, senti o frescor da primavera em São Paulo, caminhando pelas ruas do Brooklin, em direção ao meu trabalho, aquele vento leve com sol morno, que propiciou enorme prazer naquele andar. Os pensamentos fervilhando e a doce manhã me envolveu numa paz, que nem percebi a rapidez com que […]

1

“E tudo que nos parecia sólido, sumiu ao vento como nossos anelos” (Macbeth – W. Shakespeare) Neste fim de semana tive o imenso prazer de almoçar e depois tomar café até umas nove da noite com dois grandes amigos. Foi um longo papo que, além de revigorar a amizade, serviu […]