“Se é agora, não vai ser depois; se não for depois, será agora; se não for agora, será a qualquer hora. Estar preparado é tudo” (Hamlet – W. Shakespeare) Despedida de uma semana em que a CLASSE continuou sendo massacrada pelo Kapital, ainda que nossas pinimbas aqui, nas redes (anti) […]

1

“Não adianta nem me abandonar Porque mistério sempre há de pintar por aí Pessoas até muito mais vão lhe amar” (Esotérico – Gilberto Gil) Falar de Gilberto Gil para mim tem que primeiro contextualizar, e fazer arremessos ao passado, noções de presente e passagens de minha vida, especialmente minha relação […]

4

“E tropeçou no céu como se ouvisse música E flutuou no ar como se fosse sábado” Ora, se Milton Nascimento desafia a lógica com sua voz, que tantas vezes me faz pensar que se existissem anjos, eles teriam a voz de Milton. Com Chico Buarque a complexidade é ainda maior, […]

“Veja o sol Dessa manhã tão cinza A tempestade que chega É da cor dos teus olhos Castanhos” (Tempo Perdido – Legião Urbana) Lá fora faz um frio miserável, exagerado para o outono, prenúncio de inverno frio, os dias estão mais cinzas, assim como meu (mau) humor de 64 dias […]

3

“Bendita a lâmina grave que fere a parede e traz As febres loucas e breves que mancham o silêncio e o cais” (Corsário – Aldir Blanc) A partida de um grande Bardo, como Aldir Blanc, abre uma dura reflexão sobre todos nós que teimamos em escrever, para nós é preencher […]

Haja o que houver Eu estou aqui Haja o que houver Espero por ti Volta no vento O meu amor (Haja que houver – Madredeus) Eu não estou interessado em nenhuma teoria, em nenhuma fantasia, nem no algo mais, afinal ninguém sabe o que eu sofri, pois a saudade é […]

1

O estranhamento é o mesmo, pois estamos diante de um clássico, e, para ser clássico, ele tem de incomodar, tirar nosso conforto, nosso olhar benevolente, atingir as entranhas, excitar o corpo e a mente. Difícil de digerir e de entender o todo, precisa de ser revisto, como também foi assim […]

“Não quero o que a cabeça pensa eu quero o que a alma deseja Arco-íris, anjo rebelde, eu quero o corpo tenho pressa de viver” Ora, nesse momento de minha vida, encontro uma enorme identificação com meu conterrâneo, o sobralense, que era um baita poeta, um grande filósofo, um puta […]

“Deus me acuda! A arte é longa, a vida breve.” (Fausto- Goethe) Reli uma velha crônica que escrevi, Finitudes , com o patético pedido de que algumas canções ou livros, nunca terminasse. O luto, a sensação de perda, ao terminar uma obra, muitas é devassador, produzindo em mim, ou é nós, […]

“Só deixei no cais a multidão, A terra dos mortais, A confusão, Navego sem farol, sem agonia… distante;” (O Navio – Madredeus) Como exigir um mundo perfeito e cheio de luz, felicidade e alegria, se ele é composto por 99,99999% de pessoas absolutamente comuns, medíocres? Esse é mesmo número de […]

“Sobre o que tememos e não mais sabemos o que temer, Senão flutuar sobre um mar selvagem e violento, À deriva.” (Macbeth – W. Shakespeare) Uma dor intensa, uma tristeza que aperta o peito, de repente é só o que nos resta, além de tolas palavras e vazias promessas de […]