“Os filósofos têm apenas interpretado o mundo de maneiras diferentes; a questão, porém, é transformá-lo” (Teses sobre Feuerbach – Marx) O que é ser marxista hoje? Essa pergunta venho me fazendo, seguidamente, todos os dias há pelo menos 32 anos, precisamente após a queda do leste europeu, em particular a […]

A Escravidão foi o modo de produção primeiro de exploração privada entre homens e mulheres, substituiu as relações primevas, comuns e sem traço de divisão e hierarquia social e de gênero, ainda não havia Estado, instituições complexas, que, inclusive, ajudariam a naturalizar a escravidão, religiões, códigos de leis rudimentares, exércitos […]

  En la noche, sigo encendiendo sueños Para limpiar con el humo sagrado cada recuerdo (Hasta la Raiz – Natalia Lafourcade) É certo que tive acesso muito cedo, jovem, aos clássicos da literatura mundial, de política, economia e filosofia. Repensando hoje, não sei se tinha maturidade para ter encarado algumas […]

“As sutilezas dormem nos ouvidos dos parvos” (Hamlet – W. Shakespeare) O importante é competir, nas olimpíadas, na vida real, o que interessa mesmo é que seja Lula 2022. Eleições não são os jogos olímpicos, por suposto, essa máxima não se aplica, especialmente quando se enfrenta uma quadrada histórica com […]

“O Dinheiro não é apenas um objeto da mania do enriquecimento, mas sim O seu objeto. A mania de enriquecimento é por essência auri sacra fames*” (Grundrisse, Marx) Há formulações, aparentemente pequenas, não obstante, cruciais para a compreensão de um sistema tão complexo, ajudam como explicação essencial a disputa de […]

  “Se queres, amontoa em tua própria casa riquezas mil e vive com a magnificência de um rei; mas, se isso não te traz contentamento, eu não daria nem a sombra da fumaça por todo o resto, pois não há para os mortais nada que seja comparável ao prazer” (Antígona […]

“A vida da indústria se converte numa sequência de períodos de vitalidade mediana, prosperidade, superprodução, crise e estagnação” (Marx, O Capital, Livro I) A nova miragem tecnológica se aproxima de seu lançamento, a 5G, a quinta geração dos sistemas celulares, também conhecida como Internet das Coisas (leia mais clicando aqui: […]

“Cada crise destrói regularmente não só uma grande massa de produtos fabricados como também uma grande parte das próprias forças produtivas já criadas. Uma epidemia, que em qualquer época teria parecido um paradoxo, desaba sobre a sociedade – a epidemia da superprodução. A sociedade vê-se subitamente reconduzida a um estado […]

2

Livro O Estado Gotham City: A Ruptura da Democracia e da Política Capitulo II   A Escatologia do “Novo”: Há um novo Sujeito da Revolução?   “Religionum animum nodis exsoluere pergo” (Esforço-me por libertar o espírito dos nós das superstições – Tito Lucrécio Caro (De Rerum Natura, I, 932) Introdução   Um conjunto […]

3

“Sem teoria revolucionária, não há movimento revolucionário. Não seria demasiado insistir sobre essa ideia em uma época, onde o entusiasmo pelas formas mais limitadas da ação prática aparece acompanhado pela propaganda em voga do oportunismo”. (Que fazer? W, Lênin). Brinquei no Facebook: “O Golpe e os Livros – A única […]

“interrompem em inúmeros pontos a cadeia das obrigações de pagamento em prazos determinados, e se agravam com o consequente desmoronamento do sistema de crédito que se desenvolve junto com o capital. Assim redundam em crises violentas, agudas, em depreciações bruscas, brutais, em estagnação e perturbações físicas do processo de reprodução […]

Arquivos