“Que nos ensine, pois, a ser pacientes a nossa provação, já que é desdita fatal dos namorados, como os sonhos, pensamentos, suspiros, dores, lágrimas, do pobre amor são companheiros certos” (Sonho de uma noite de Verão – W. Shakespeare) E tudo chega ao fim, pois há uma dialética nos […]

“Para quem quer se soltar invento o cais Invento mais que a solidão me dá Invento lua nova a clarear Invento o amor e sei a dor de encontrar” (Cais – Milton Nascimento e Ronaldo Bastos) A voz que desafia a lógica, que nos põe em dúvida da existência de […]

“E, presságio fatal então colhendo, Deram-me de Pecado o triste nome: Habituados porém a ouvir-me, a ver-me, De mim gostaram; conquistei ovante Com minhas graças os contrários todos” (Paraíso Perdido – John Milton) Aqui jaz, não alguém ou ninguém, apenas ideia de uma vaidade intelectual que foi atropelada realidade. Aquele […]

2

“Vou desfazer a caligem que os olhos brilhantes te cobre que distinguir facilmente consigas os deuses e os homens. Não te aventures jamais a lutar contra os deuses eternos” (Ilíada, V, 127-129, Homero) Voltei a escrever de forma frenética, espremido pelo momento trágico (ou cômico) que ameaça o Brasil, valho-me […]

1

“Os sonhos que hão de vir no sono da morte Quando tivermos escapado ao tumulto vital Nos obrigam a hesitar: e é essa reflexão Que dá à desventura uma vida tão longa”. (Hamlet – W. Shakespeare) Certeza que já falei sobre isso, mas não custará repetir: Só a literatura nos […]

2

“Do homem primeiro canta, empírea Musa, A rebeldia — e o fruto, que, vedado, Com seu mortal sabor nos trouxe ao Mundo A morte e todo o mal na perda do Éden” ( Paraíso Perdido, John Milton)   Ando tão desconfiado de tudo ultimamente, particularmente das pessoas que não têm […]

2

“Nesta suprema altura mais me firmam Pois que num sólio estou da inveja a salvo. Possuindo alto poder, honras, delícias, Pode invejado ser dos Céus o trono; Mas quem no Inferno invejará tal sítio” Todos os dias me olho no espelho, portanto consigo ver claramente os anjos e os demônios […]

Devo admitir que tenho verdadeira fixação por alguns livros, que recorro incessantemente a eles em tantos momentos da vida, principalmente nas incertezas mais cruéis, poderia nomear uns dez títulos que, no limite, me salvaram de mim mesmo. Os mais importantes levava comigo por todos os lugares, com receio de que […]