‘Us and them And after all we’re only ordinary men Me and you God only knows it’s not what we would choose to do” (Us and Them – Richard Wright / Roger Waters) A melhor característica da humanidade é a imperfeição. É trágica a busca por algo não humano, a […]

“Veja o sol Dessa manhã tão cinza A tempestade que chega É da cor dos teus olhos Castanhos” (Tempo Perdido – Legião Urbana) Lá fora faz um frio miserável, exagerado para o outono, prenúncio de inverno frio, os dias estão mais cinzas, assim como meu (mau) humor de 64 dias […]

“Pelo meu desmerecimento, que não ousa oferecer O que quiser dar, e muito menos aceitar O que morreria por não ter. Isto nada vale. Mas quanto mais se tenta ocultar, maior se revela.” (A Tempestade – W. Shakespeare) Talvez tenha chegado o momento em que não tenho mais nem uma […]

“Vai-se-me em névoa o mundo. Emanações subtis que exalais, vem tornar-me aos anos juvenis. Que imagens que trazeis de dias tão risonhos!… Caras sombras! sois vós? aéreas como em sonhos?” (Fausto – Goethe) Ainda nos resta um último fôlego para aguentar um novo mergulho, nas águas turvas de um rio […]

“She’s got eyes of the bluest skies As if they thought of rain I hate to look into those eyes And see an ounce of pain Her hair reminds me of a warm safe place Where as a child I’d hide And pray for the thunder And the rain To […]

1

“Sabes que é sorte comum _ tudo que vive morre, Atravessando a vida para a eternidade”. (Hamlet, William Shakespeare) Ora, Hamlet, diz que a morte é o “país não descoberto, de cujos confins, jamais voltou nenhum viajante”, no Ato III, o que nos parece uma flagrante contradição com o Ato […]

“Amanhã, e amanhã, e amanhã Arrastam-se nesse passo miúdo dia após dia Para a última sílaba do tempo narrado; A nós tolos, todos esses ontens iluminaram O caminho para o pó da morte. Apaga, apaga, lume passageiro” (Macbeth – WS) O que a vida reserva a cada um de nós? […]

“De todos faz covardes a consciência” (Hamlet – W Shakespeare)  Sim, faz um bom tempo em que não apareço por aqui, andei realmente meio sumido, sem escrever quase nada, mas não é por falta do que falar, ao contrário, tenho muito, entretanto a vida tomou um rumo absolutamente inesperado, que […]

“…que a importância de uma coisa não se mede com fita métrica nem com balanças nem barômetros etc. Que a importância de uma coisa há que ser medida pelo encantamento que a coisa produza em nós”. (Manoel de Barros , Memórias Inventadas: A Segunda Infância.) Sempre tive um sonho de escrever, […]

“Pastores que habitais os campos (. . .) sabemos relatar ficções muito semelhantes à realidade, mas, quando o queremos, sabemos também proclamar verdades”. (Teogonia – Hesíodo) Nestes tempos terríveis que as Trevas se aproximam de forma irresistível e ameaçam a civilização, a sociedade da informação parece namorar com a Idade […]

“Criai coragem; não há noite fria, por mais longa que seja, sem seu dia” (Macbeth – Shakespeare) A vida é feita de grandes lutas e vitórias, mas também de derrotas que ameaçam zerar o jogo, ou o placar ficar negativo. Nesses momentos ficamos sem rumo, sem direção, sem alento e […]

3

“Trais pra mim vãs brividade Qui eu quero matá a sôdade Fais tempo qui fui na fêra Ai sôdade…” (O pedido – Elomar) A densa névoa abraçou a fria São Paulo, a paisagem de prédios e avenidas e marginal era branca-cinza, o ar da cidade está estranho, assim como o […]