“O que foi, torna a ser. O que é, perde existência. O palpável é nada. O nada assume essência”. (Fausto – Goethe)  Ora, quando se tem 9 ou 10 anos, ao acabar uma Copa do Mundo, pensamos que está longe e como demorada será para chegar a próxima, pois, 4 […]

1

  Que foto, que imagem. Que gol: O Arco (Coutinho) e Flecha (Paulinho). A magia do futebol está nesses momentos, nas frações de segundo, da antevisão do que acontecerá, em breve. A consciência/inteligência de Coutinho combinada com a explosão/intuição de Paulinho.   Uma abertura de bailarino clássico, quase um ângulo […]

É certo que não vivi o clima das copas de 1958, 1962 e 1970, então não sei se era pesado, quanto agora. Exceto 1982, talvez 2006, TODAS as demais seleções viviam um inferno na terra, acossadas pelas críticas de mídia (que contamina a todos), muitas justas, mas boa parte não […]