As Invasões Bárbaras

Um mundo é uma grande metáfora, passado e presente.
“Realmente, os demônios gostam das torpes
cenas que ao pudor desagradam”
(A Cidade de Deus, Santo Agostinho)

Na metade dos anos de 1980, o cineasta canadense, Denys Arcand, fez um filme espetacular, “O declínio do Império Americano”, com profunda discussão filosófica sobre aqueles anos de influência do Reagan-Thatcher, guerra fria. As transformações de um mundo que estava preparado para um grande salto, o debate quase antecipa o que viria depois, a queda do muro de Berlim.

Após dezessete anos, em 2003, lançou uma continuação mais profunda, “As Invasões Bárbaras”, aqui é um balanço sobre o sentido da vida, as escolhas militantes, seu fim e sobre aquilo que fizemos, ou que não fizemos, talvez uns dos melhores filmes políticos que já assisti. As reflexões voltaram hoje, quase um déjà vu, a encruzilha é a mesma, para militância e o mundo em catarse.

Eis que hoje publiquei nas redes sociais uma série de pequenas pastilhas sobre as loucuras divulgadas no Brasil e transformadas em verdade, virou o humor do país, mesmo depois de que nada se provou verdade, ainda assombra com o formato abaixo, que vou deixar aqui para registro.

Invasões Bárbaras

Algumas questões incômodas que ecoam no Brasil desde as famigeradas “Jornadas de Junho de 2013”, vinda das “primaveras árabes” e da Revolta da Ucrânia. Passei a desfiar abaixo as maiores barbaridades publicadas:

1) Onde estão os Haitianos, os Médicos Cubanos, os Russos de Putin, os Venezuelanos chavistas que manteriam a ditadura do PT?

2) Os toscos e reaças online dos analistas políticos, tipo Frota e Katabosta, fizeram vídeos sobres os invasores.

3) Idiotas de todas as matizes o “Brasil não será Vermelho”, não vão dizer onde estão os invasores? Sumiram?

4) Aquelas produções toscas à la CIA, de paranoicos do “comunismo”, serviram para criar imbecis, nada aconteceu.

5) A burrice dos Patos e Paneleiros, vestidos de CBF, numa tremenda #vergonhalheia em nome de quê? Faltou alfafa.

6) Brasil foi invadido por idiotas esclarecidos, oligofrênicos de toda sorte, que nos jogaram no ABISMO completo.

7) A tirania dos perfis fakes, produzidos pela “primavera digital”, espalhou loucura no Egito, Ucrânia e Brasil.

8) Um salve à mediocridade, à estupidez e ao caldo de cultura fascista que destruiu o país que parecia mudar. O Brasil ACABOU!

9) Só sobrou a ressaca moral de assistir envergonhado as mãozinhas trêmulas do Temer no Silvio Santos.

Parabéns aos envolvidos!!!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: