Dilma Cancela Viagem aos EUA

3

 

Dilma e Obama no G20 em Moscou -  Foto :Roberto Stuckert Filho – PR/Divulgação
Dilma e Obama no G20 em Moscou – Foto :Roberto Stuckert Filho – PR/Divulgação

 

A sábia decisão do Governo Dilma em não mais fazer a programada visita aos EUA é, antes de tudo, a reafirmação de novos tempos para o Brasil, pois a recusa é uma medida forte, que reflete o descontentamento brasileiro com as ações desrespeitosas dos EUA com seus aliados e governos de países amigos, como o Brasil. Tem que se olhar toda a dimensão do gesto, a coragem do ato e o que ele representa para o mundo, uma espécie de tapa com “luvas de pelica”, além de demonstrar que o Brasil não vive mais da dependência do império.

Para além do fato, o que sinaliza é que o Brasil não está rompendo relações com os EUA, apenas reafirmando sua soberania e demonstrando publicamente seu repúdio à espionagem geral e irrestrita.  O caminho dos EUA de espionar pessoas comuns até a maior autoridade de uma nação livre e amiga, passando por suas empresas estratégicas não poderia e nem deveria ficar impunes ou apenas com gestos protocolares.

Dilma tomou a atitude correta e apropriada sem ficar ouvindo os “lambe botas” de sempre, que pensam como colonizados. Ou nos afirmamos como país livre e soberano, ou não serviremos para nada. Na matéria do Portal Uol sobre o cancelamento da visita percebe-se este tipo pensamento colonizado, que assim descreve o que estava em jogo, “Uma visita de estado é a categoria diplomática mais alta dada a governantes estrangeiros. Ela inclui elaboradas formalidades, como um jantar de gala, e uma cerimônia militar no momento da chegada. Os EUA têm, normalmente, duas visitas de estado por ano. Neste 2013, Dilma seria a única. Essa seria a primeira visita de estado de um brasileiro aos EUA em quase duas décadas. O último presidente a receber a honra foi Fernando Henrique Cardoso, em 1995″. (grifo meu).

Uma visita oficial é vista como “receber a honra”, francamente é de uma submissão absurda de corar o pior dos entreguistas. A nosso ver, foi um GOLAÇO de Dilma, cancelando o “beija- mão” a Obama. Claro que o Brasil precisa de comércio e ampliar negócios com os EUA, com a UE, mas que isto não custe nossa soberania e liberdade. Como já tinha escrito no artigo, EUA Espionam Dilma de que a espionagem levantada pelo “Senhor Edward Snowden e o tremendo embaraço que ele causa aos burocratas dos EUA, pois expôs ao mundo como funciona o novo Estado, que denomino de Estado Gotham City. Os interesses das corporações privadas e sua fusão com a burocracia estatal, agora sem o menor pudor ou algo que possa ocultar esta realidade”.

 A atitude é adequada ao momento, nada exagerado, nada fora do lugar, ouviremos os colonizados de sempre, normal, para eles seria melhor sermos colônia, um protetorado dos EUA, então não haverá novidade. O que é importante é que Dilma já pôs os EUA na berlinda no G20 e o fará novamente na ONU. Com este cancelamento, se impôs como estadista e independência.

PS: Ademais, Mr. Obama, já sabia todas as propostas que Dilma ia levar na viagem, pois leu “cópia oculta” de todos os emails dela faz tempo, no limite economizamos o voo e as diárias.

admin

Nascido em Bela Cruz (Ceará- Brasil), moro em São Paulo (São Paulo - Brasil), Técnico em Telecomunicações e Advogado. Autor do Livro - Crise 2.0: A Taxa de Lucro Reloaded.

3 thoughts on “Dilma Cancela Viagem aos EUA

  1. Atitude acertada da nossa presidenta, chega de subserviência a que fomos submetidos durante longos anos. O governo estadunidense deve explicações sobre espionagem e isto deve ser continuamente cobrado, bem como, a criação de mecanismos para proteger nossa soberania.

Deixe uma resposta

Next Post

Gol de Placa de Dilma ao Adiar Ida aos EUA

qua set 18 , 2013
Share this on WhatsApp Ontem falamos da decisão da Presidenta Dilma de adiar sua ida aos EUA em visita oficial, nos post Dilma Cancela Viagem aos EUA, agora vamos recolher as repercussões no mundo desta corajosa decisão, que nos pareceu a mais adequada ao momento, representando um duro recado aos EUA […]
%d blogueiros gostam disto: