007 – Operação Skyfall

 

 

Ontem, finalmente, consegui ver o novo 007, 007 – Operação Skyfall, posso dizer que está entre os melhores, sou fã da série, tenho os filmes, que de vez em quando revejo. O primeiro que vi dele no cinema foi a volta de Sean Connery, o mais mítico de todos os intérpretes, no filme 007 – Nunca Mais Outra Vez(que não é considerado da série). Era um adolescente, tinha 14 anos, já ira alguns filmes antes pela TV, mas aquelas imagens grandes, com som alto, abertura fantástica, me ganhou definitivamente, de quebra, o grande Connery, duas mulheres lindas: A BondGirl , Kim Basinger  e a morena Barbara Carrera.

Depois disto me acostumei a ver um a um, no cinema, pois as cenas iniciais são de tirar o fôlego em tela grande. Portando, no cinema, vi praticamente a metade dos filmes, as mudanças que o personagem sofreu, não apenas na mudança de atores, 6 no total:

  • Sean Connery (1962–1967;1971;1983 cujo filme não faz parte da saga original)
  • George Lazenby (1969)
  • Roger Moore (1973–1985)
  • Timothy Dalton (1987–1989)
  • Pierce Brosnan (1995–2002)
  • Daniel Craig (2006–presente)

(fonte Wikipedia)

Mas as próprias mudanças geopolíticas, com a queda do muro de Berlim,  foram fundamentais na sua transformação. Entre 1989 e 1995, a série deu uma parada, parecia que não havia mais sentido no tema “Espião”, mas o lançamento de007- contra GoldenEye, na estréia do Irlandês Pierce Brosnan deu nova vida ao mais famoso espião britânico. Foram quatro filmes entre 1995 e 2002. Uma nova pausa, a aposentadoria de Brosnan, novas dúvidas.

Até que em 2006, ressurge em grande estilo com dois filmes fortes e sequenciais, Cassino Royale e Quantum of Solace, agora com o menos charmoso dos atores até agora, Daniel Craig, um brutamonte, uma aposta pesada, uma trama mais fora dos padrões da série, apostando mais na força e músculos. O resultado são dois bons filmes de aventuras, mas bem longe do charme e humor, que sempre caracterizou James Bond. As ótimas bilheterias não garantiria um novo filme.

Porém, quatro anos depois veio, para mim, o mais surpreendente de todos os filmes, um roteiro excelente, valorizando mais os atores, personagens mais humanizados e com falhas, medos, dor. O diretor excelente, Sam Mendes, tratou de mudar e recriar um personagem tão identificado como “Macho predador”. Ousou demais com Javier Bardem, com atuação estupenda. Nada posso falar, de mais detalhes, estragaria as surpresas, mas é um filme para ver e rever, tudo funciona muito bem. A trama atualizada ao  momento de crise e de corte de gastos, o humor cortante, as belas mulheres. Único senão, Adele é chata pra burro.

Eis a lista da Wikipedia dos filmes 007, oficiais e paralelos, com atores e diretores:

Filmes “oficiais”, produzidos pela EON

Título original Título no Brasil Título em Portugal Ano Actor principal Director
Dr. No O Satânico Dr. No (cinema e televisão)
007 contra o satânico Dr. No (vídeo)
007 – O Agente secreto 1962 Sean Connery Terence Young
From Russia with Love Moscou contra 007 007 – Ordem para matar 1963
Goldfinger 007 contra Goldfinger 007 – Contra Goldfinger 1964 Guy Hamilton
Thunderball 007 contra a chantagem atômica 007 – Operação Relâmpago 1965 Terence Young
You Only Live Twice Com 007 só se vive duas vezes 007 – Só se vive duas vezes 1967 Lewis Gilbert
On Her Majesty’s Secret Service 007 a serviço secreto de Sua Majestade 007 – Ao serviço de Sua Majestade 1969 George Lazenby Peter R. Hunt
Diamonds Are Forever 007 – Os diamantes são eternos 007 – Os diamantes são eternos 1971 Sean Connery Guy Hamilton
Live and Let Die Com 007 viva e deixe morrer 007 – Vive e deixa morrer 1973 Roger Moore
The Man with the Golden Gun 007 contra o homem com a pistola de ouro 007 – O Homem da Pistola Dourada 1974
The Spy Who Loved Me 007 – O espião que me amava 007 – Agente Irresistível 1977 Lewis Gilbert
Moonraker 007 contra o foguete da morte 007 – Aventura no Espaço 1979
For Your Eyes Only 007 – Somente para seus olhos 007 – Missão ultra-secreta 1981 John Glen
Octopussy 007 contra Octopussy 007 – Operação Tentáculo 1983
A View to a Kill 007 na mira dos assassinos 007 – Alvo em Movimento 1985
The Living Daylights 007 marcado para a morte 007 – Risco Imediato 1987 Timothy Dalton
Licence to Kill 007 – Permissão para matar 007 – Licença para matar 1989
GoldenEye 007 contra GoldenEye 007 – GoldenEye 1995 Pierce Brosnan Martin Campbell
Tomorrow Never Dies 007 – O amanhã nunca morre 007 – O Amanhã Nunca Morre 1997 Roger Spottiswoode
The World Is Not Enough 007 – O mundo não é o bastante 007 – O Mundo não Chega 1999 Michael Apted
Die Another Day 007 – Um novo dia para morrer 007 – Morre Noutro Dia 2002 Lee Tamahori
Casino Royale 007 – Cassino Royale 007 – Casino Royale 2006 Daniel Craig Martin Campbell
Quantum of Solace 007 – Quantum of Solace 007 – Quantum of Solace 2008 Marc Forster
Skyfall 007 – Operação Skyfall 007 – Skyfall 2012[9] Sam Mendes
Filmes “não oficiais”
Título original Título no Brasil Título em Portugal Ano Actor Director
Casino Royale Cassino Royale Casino Royale 1954 – televisão Barry Nelson William H. Brown, Jr.
Casino Royale Cassino Royale 007 – Casino Royale 1967 David Niven Ken Hughes
John Huston
Joseph McGrath
Robert Parrish
Val Guest
Richard Talmadge
Never Say Never Again 007 – Nunca mais outra vez Nunca mais digas nunca 1983 Sean Connery Irvin Kershner

 

0 thoughts on “007 – Operação Skyfall”

  1. Adorei o filme, as referências a outros filmes da série, a fotografia, a montagem e atuação de Craig e Barden. Agora o roteiro é fraquinho: AVISO DE SPOILER (não leia daqui em diante se não viu o filme): O que acontece com a lista perdida dos agentes. Como o vilão ficou tão rico e poderoso (eu posso intuir, mas o roteiro não explica), por que alguém que pode contar com as forças armadas inglesas, resolve lutar contra um exército de inimigos praticamente sozinho (com ajuda do velho guarda caças e da idosa chefe). Essa decisão não acaba muito bem, ele pega o bandido mas perde quem queria proteger. Agora, o fato é que estamos falando de James Bond, e Craig é pra mim o 3º melhor (1º Sean Connery e 2º George Lazemby) Adorei Skyfall e Cassino Royale, e mesmo Quantum of Solace não é tão ruim…

  2. Sou conservador, ainda sou mais Sean Connery…ou seja um escocês interpretando um comandnte escocês. Talvez porque tenha sido o primeiro e ficou o arquétipo; Quanto filme SKyfall tem um roteiro fraco para muita ação. E o diretor Sam Mendes é pretensioso em sua declaração dizendo que Daniel Craig é o personagem que Ian Fleming criou

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: