Os @migos no Tubaína

 

Sábado, 1 de Setembro,um grande encontro

Nestes últimos dois anos, uma nova forma de fazer amigos e de se encontrar, tem sido através do Twitter e Facebook, principalmente, no meu caso, o primeiro. Toda vez que nos encontramos, comemoramos fisicamente, aquilo que temos feito todo dia virtualmente, é uma enorme vitória, de que, ainda, sejamos humanos, de carne e osso, que nossos contatos não se limitam ao ambiente digital. Aqui em São Paulo, como também no Rio de Janeiro, sempre que um destes “agitadores” aparece, a desculpa é perfeita para revelar o rosto da @.

 

Outro dia veio o grande Lufeba e escrevi o  Clube dos Amigos, sábado veio a Vânia (@VaniaLST), do Rio, agitou uma enorme galera e nos levou ao famoso e gostoso Tubaína Bar (que também tem @, o @TubainaBar) um surpreendente bar, no começo da Haddock Lobo, ambiente para lá de descontraído, que combina, na medida certa, com o novo tipo de amizade. O Twitter é uma praça pública parecido com um imenso interior, todos se cumprimentam, alguns calorosamente, e no pé de ouvido(DM) falamos mal(ou bem) da vida alheia. Ali todos nós, nos permitimos falar (mal ou) bem dos ausentes, quem mandou não irem?

 

Foi uma ótima tarde, pois ultrapassamos, mais uma vez, os limites do virtual e vivemos aventura de abraçar e olhar nos olhos. Uma coleção de @s esteve presente, os já conhecidos e que já amigos diletos: klaxonsbc, @Justdu, @na_faixa,@Salmagnoni e @biosbug. Os novos conhecidos, pessoalmente, novas grandes figuras  : @patrimm, @danimie ,@simonezac ( e o Roberto, que se recusa a ter @), @senshosp e @esperleon. Ótimas piadas e trolladas como sempre. Dosamos papos sérios com a leveza do ambiente.

 

As fotos que capturei dos amigos, para provocar inveja dos ausentes e boas lembranças dos presentes, em outubro promete mais encontro, mais a uma vez estaremos lá. Ah, esta menina linda é a minha pequena Luana, que aturou estes “velhinhos” .

 

 

Vista do alto

 

A Luana nos observando.

 

Luana, minha pequena

0 thoughts on “Os @migos no Tubaína”

  1. Arnóbio, querido,
    que texto gostoso! Reflexo de nosso encontro tubaínico, onde pudemos comemorar a sorte de termos gente de verdade como amigos. E é delicioso ver essa amizade saltar das telas para essa vida que chamam de real.
    Um bom papo com gente querida, muita risada, e – como vc disse – uma pitada da maledicência necessária para nos vingarmos de quem não nos deu o prazer da companhia, eis a receita de uma tarde agradável e que ficará na memória pra sempre.
    Agradeço o carinho de todos que compareceram, doando uma parcela de seu tempo, esse bem tão precioso.
    bjo

  2. Que maravilha que é poder dar e receber um abraço amigo, graças a Deus também continuo encontrando os amigos que eram virtuais… é uma maravilha!
    Dia desses aqui na feira da Vila Mada fui com a minha filha e com a chegada do Fernando Haddad e aquele povo todo vermelho se abraçando e conversando animadamente, ela me perguntou quando chegamos em casa se aquele povo era sempre assim e eu disse a ela que por conta dessa alegria e amizade que se cria na internet é que gosto de participar de estar junto com os companheiros.

  3. Realmente foi uma ótima tarde, gostei muito de reencontrar uns e outros e conhecer pessoalmente outros queridos e queridas, mas vamos combinar que a bela da tarde foi mesmo a Luana, não? Tadinha, e ainda teve de aguentar essa gente que além de “véia” é feia, hahahahaha.

    Abraços.

    1. Negativo dona Marinilda! E eu que não acredito em reencarnação como fico? Não vou desfrutar da sua tão falada companhia em uma tarde de Tubaína bar? A senhora virá, nem que seja para te buscarmos em Terê! rsrsr

      Abraços

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: