Vencemos, mas ainda não ganhamos

Segue meu balanço de forma única:

1) Brasileiro votou muito bem com sabedoria, só elitista criticam sem base na realidade concreta e no preconceito;

2) Tiririca é ponto fora da curva e eleito no estado mais politizado(?), mais rico do Brasil;

3) Apenas lembremos que Cicciliona foi eleita na Itália, Bush nos EUA, Sarkhozi na França, faz parte da democracia;

4) Olhando os números gerais foram muito bons, nos livramos: Tasso,  Arthur Virgilio, Mão Santa, Heráclito, Aleluia, Marco Maciel, Cesar Maia (dentre outros, veja a lista completa aqui);

5) Dilma foi muito bem em todo Brasil,faltou pouco mais de 3% pra vencer no primeiro turno,grande feito para quem nunca fora candidata;

6) Marina foi a Bala Verde que salvou Serra da aposentadoria antecipada. Mas não podemos culpá-la de nada, faz parte da Democracia;

7) Devemos pensar onde erramos e não ficar achando culpados, Marina era candidata e aproveitou a oportunidade, devemos dialogar com ela;

8 ) Dialogar com Marina e seus eleitores. Bobagem ficarmos acusando-a de qualquer coisa, lembremos que sem Erenice venceríamos fácil;

9) Agora é levantar cabeça e ir em frente, ficar remoendo não leva a nada, Lula em 2006 tava “eleito” e teve q ir ao segundo turno;

10) Grande trunfo é mostrar aos eleitores que Dilma eleita terá base sólida de apoio na Câmara e Senado para fazer grande governo, Serra não;

11) Único resultado ruim foi Beto Richa o censurador ter vencido no primeiro turno, demais estão dentro do esperado,bola para frente.

0 thoughts on “Vencemos, mas ainda não ganhamos”

  1. Acho que sem o “não sei como se chama isso de pegar um imóvel vazio e dar pra outro sem imóvel” da Dilma no último debate ela tinha ganhado, pelo menos o meu voto. Daí caiu a ficha: o único não fala contra a Reforma Agrária (constitucionalmente regulamentada no Art. 184, defendida até na FAO – órgão da ONU, nada comunista) é um cara socialista que não vai ganhar por ser muito ‘radical’ – quando, na minha opinião, radical é quem fala que não precisa passar por um processo dramático um país que está, desde sempre, entre os top 10 dos mais desiguais (cf. indice de gini). Peçam o que quiserem, mas não me peçam para abrir mão dos meus princípios. Voto nulo no 2o turno: não sou cobaia de proselitista.

  2. Em primeiro lugar, o eleitor brasileiro gosta do segundo turno!!!
    Se Marina for inteligente e ela o é, não deverá apoiar nenhum dos 2 candidatos para o segundo turno.
    E agora o Senado ficou com mais brasileira, já não é tão reacionário como antes!!!
    Idem para a Câmara.
    Quero ver como será a articulação do Geraldo, com essa nova Assembléia.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: